Get Adobe Flash player

Saúde bucal precária da população

Por Marcelo Amaro

Em entrevista com o doutor Benjamin Pratti Filho, Odontólogo, buscamos algumas orientações e esclarecimentos sobre a saúde bucal para a nossa população.

Conforme Benjamin, a odontologia no setor público, de modo geral, está boa, porém, caminha a curtos passos. “Hoje nos deparamos com um grande problema que, no caso, é a falta de informação de muitas famílias em relação aos cuidados bucais que devemos tomar diariamente. Contudo, a falta de informação é apenas um dos fatores, pois devemos levar em consideração os problemas socioeconômicos, que possuem um grande peso quando falamos de saúde pública.

”Para termos uma boa resposta em relação à saúde bucal, além dos trabalhos de prevenção realizados nas escolas e nas unidades básicas de saúde, seria importante também fazermos um levantamento sobre a situação das famílias, realizar visitas em suas casas, estar mostrando como é realizada uma higiene bucal eficaz, além de fazer a distribuição de um KIT de escovação para essas famílias, pois muitas delas acabam não possuindo uma escova de dente em casa ou, em alguns casos, usam a mesma escova para todos os membros da família. Tendo esse acompanhamento, iríamos ajudar ainda mais a odontologia a dar passos mais largos rumo a uma saúde pública de maior qualidade”, explica o Dr. Benjamin, que ainda afirma que tudo é uma questão de consciência e educação. “Para que as pessoas possuam uma saúde bucal de qualidade é preciso ter uma higienização bucal adequada além da simples escovação. É preciso o uso do fio dental antes e após o uso da escova de dente, além de usar enxaguantes bucais”.

Um fator importante que destaca o dentista é quanto à alimentação, pois muitos alimentos aceleram a formação de cáries e acúmulo de placas, principalmente se o indivíduo esquece de realizar a higienização bucal corretamente. Dr. Benjamin elucida que isso acontece muito com as crianças que geralmente acabam esquecendo de escovar os dentes, muitas vezes tendo ingerido alimentos com alto teor de açúcares. “Portanto, é necessário que os pais estejam sempre incentivando seus filhos a praticar a higienização bucal após essas refeições, pois além de lhes ajudar a cuidar dos dentes, também os ajudam a criar hábitos de higienização preventiva, assim evitando problemas futuros, como perda dos dentes devido acárie” , orienta o Doutor.

De acordo com o Dr. Benjamin uma pessoa com uma higienização deletéria, além da decorrência de cáries, possuirá o acúmulo de placas nos dentes: “Se essa deficiência na higienização continuar, essas placas podem progredir para uma gengivite, que é uma inflamação na gengiva, que por sua vez pode progredir para uma periodontite, se não tratada. Se mesmo assim o indivíduo não buscar por tratamento, ele pode ter perda de tecido gengival, perda óssea, mau hálito, as cáries podem afetar a poupa dos dentes e condená-los, além de acarretar a perda dentária. Em alguns casos, as bactérias podem entrar em contato com a corrente sanguínea do indivíduo, e ele pode acabar obtendo uma endocardite bacteriana e vir a óbito, inclusive”, alerta o Doutor, e continua: “Meu conselho para a população é que não deixem para depois: algo pequeno pode se transformar em algo muito maior em pouco tempo; visitas periódicas ao seu dentista é a melhor forma de prevenir quaisquer complicações bucais. E lembre-se: se você procurar o seu dentista somente quando sentir dor, na maioria das vezes é por que o seu problema dentário já progrediu, sendo que poderia ter ser evitado ou tratado no começo”,finaliza.

Benjamin Pratti Filho é dentista na cidade de Brasnorte/MT.

Get Adobe Flash player

Friday the 20th. Powered by freetemplatespot.com. MAIS CREDIBILIDADE MAIS INFORMAÇÃO